PT  / EN

Em 2001 começou a aventura de Sandra Tavares da Silva e Jorge Serôdio Borges. Este jovem casal no início não tinha vinhas nem vinho, mas um sonho comum, um projecto pessoal ao qual se dedicaram de corpo e alma.

O nome Wine & Soul é a consequência da sua paixão e entrega total ao vinho. Desde o início que o trabalho desta empresa se foca numa incansável procura por vinhas excepcionais no vale do Pinhão, o coração histórico dos grandes vinhos do Porto, e dar-lhes voz.

A sua primeira criação foi um vinho, de nome Pintas, inspirado no irrequieto pointer do casal. Aquele que era no início um vinho de garagem é hoje a imagem da história e tradição durienses, fazendo uso de uvas de vinhas velhas com mais de 30 castas misturadas. Nele a grandeza, amplitude e riqueza desta região encontram uma fiel representação.

Mais tarde chegaram o Pintas Character, o branco Guru, o Porto Vintage Pintas e o extraordinário Vinho do Porto 5G. Este último resulta de um lote de vinhos muito velhos, alguns dos quais com mais de cem anos de idade.

 

Em 2009 nascem ainda os vinhos da famosa Quinta da Manoella, propriedade belíssima onde vinhas com mais de cem anos de idade vigoram lado a lado com vinhas jovens de 30 anos e algumas ainda mais recentes. O Quinta da Manoella Vinhas Velhas afirmou-se de imediato como um dos grandes vinhos do Douro.

Com este repertório, a Wine & Soul tornou-se a imagem do Douro moderno: um Douro em que a natureza e a personalidade de cada vinha falam mais alto. Com intervenções mínimas durante a vinificação, é o seu terroir único, que cada ano agrícola molda a seu gosto, que determina a expressão de cada vinho.

Sandra e Jorge acreditam na força da aliança entre o Vinho do Porto e do Douro, e nela empenham o seu trabalho. Hoje a Wine & Soul e os seus vinhos são a prova viva de que as vinhas tradicionais de onde nascem os grandes Vintage são igualmente capazes de produzir grandes vinhos do Douro.

Sandra Tavares da Silva

Sandra Tavares da Silva

Filha de um Oficial da Marinha e Mãe suíça, Sandra nasceu nos Açores e cresceu na região de Lisboa. Trouxe sempre consigo as recordações dos tempos em que pisava as uvas nos lagares do seu avô, em Alcochete, passado que explica a sua ligação a esta área.
Escolheu estudar Agronomia em Lisboa. Mais tarde tirou o Mestrado em Itália, onde aprofundou os seus estudos em enologia e desenvolveu um extenso conhecimento sobre vinhos internacionais de qualidade.

Em 1999...
Chegou ao Douro e começou a trabalhar com Cristiano van Zeller na Quinta Vale D. Maria
Assumiu o projecto dos vinhos da família na Quinta de Chocapalha, na região de Lisboa.

Em 2001...
Casa com Jorge Serôdio Borges e juntos embarcam na sua própria aventura vínica, criando uma nova empresa - a Wine & Soul - e lançando o primeiro Pintas.

Hoje os vinhos da Wine & Soul são fruto do trabalho dedicado e da paixão que esta emblemática dupla tem pela região do Douro.

Jorge Serôdio Borges

Jorge Serôdio Borges

Nasceu numa família ligada ao sector dos vinhos no Douro há mais de cem anos, razão pela qual a decisão precoce de se tornar enólogo não surgiu com surpresa. Ainda durante o curso, Jorge acompanhava os trabalhos das Quintas da família, nomeadamente a Quinta do Fojo e a Quinta da Manoella.

Em 1996…
Terminou a sua licenciatura em Enologia, altura em que passou a colaborar a tempo inteiro nos vinhos da Quinta do Fojo e Quinta da Manoella.

Em 1999…
Deixou as Quintas da família para se juntar à equipa da Niepoort na produção de vinhos do Douro e do Porto. Aqui teve a oportunidade de desenvolver projectos ambiciosos ao lado de Dirk Niepoort.

Em 2001…
Cria a Wine & Soul ao lado da sua mulher Sandra Tavares da Silva, o seu primeiro projecto enquanto casal.

Usando as quintas que a sua herança familiar lhes deixou, a Wine & Soul alcança hoje uma notável projecção e a qualidade dos seus vinhos é reconhecida pelos principais críticos de vinho a nível internacional.